2006-02-22

Sinais



Como o farol
sobranceiro aos vendavais,
teu rosto absorto
envia mudos sinais.

Imagem: Ilya Shubin

3 Comments:

Blogger wind said...

Espectacular post! Em pouco se "diz" muito:)

12:30 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

Lindo... (apesar de o cigarro estar ali a mais...) mas o poema é fabuloso!

Abraço ;)

2:02 da tarde  
Blogger paper life said...

:)

6:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home