2006-02-21

O pequeno carrossel



Que imperecível tristeza emanava
do pequeno carrossel, feio e deserto?

Na praça, salpicada de confetti,
de melodias saltitantes e de cor,
onde estão os meninos-cavaleiros?

Rodopiou vazio, subiu, desceu,
o velho carrossel descolorido,
os miúdos abalaram e cresceram
e toda a gente está já fora deste mundo...

Mais uma vez partiu, ouviu-se o sino,
esvaneceu-se o fogo das lanternas,
girou no espaço, cegamente, sem destino,
num alvoroço de crianças e de estrelas.

Imagem: Catedral

5 Comments:

Blogger wind said...

:)

12:37 da tarde  
Blogger paper life said...

:)

Triste mesmo, um carrocel vazio!

10:22 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

Trouxe-me memórias da minha infância e da tristeza que sentia, quando o "meu" carrocel, estava fechado...

Um abraço

2:09 da tarde  
Blogger tecum said...

carrocel e infância, inevitável a associação! Como o dia está bem cinzentão, junto-lhe algodão doce e fico aqui um pedacinho a cismar enquanto vejo a belíssima fotografia.

abraço.

4:56 da tarde  
Blogger 8ºd-ze e nuno said...

de quem e este carrossel respondom
por favor?

10:39 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home